sábado, 3 de setembro de 2011

Quem está aí? A carência.

Ultimamente ando tão sem tempo que certas vezes me pergunto em que momento devo viver. É trabalho, faculdade, trabalho voluntário, ser filha, irmã, amiga, conselheira... E apesar de todos os papéis tem horas que ainda sinto falta do papel de ser namorada.

Nunca fui de ser carente, mas nos últimos tempos a carência tem me tomado de maneira incrível. Carência de alguém, mas não qualquer um. Carência de ter aquele certo alguém ao qual se referia Lulu Santos em sua música, vontade de ter alguém que de vez em quando me faça esquecer dos meus problemas e pensar apenas no momento.

Certo alguém, se estiver lendo estas palavras estou aqui te esperando, vê se não demora porque posso mudar de ideia! rs

Chega de carência por aqui (por hoje).


Don't worry. Be happy!

Beijos e se cuidem queridos.